ServiçosProgramas e Projetos DicasFale Conosco

Instituto Lions da Visão

Dicas
Busca
 Artigos
EDITORIAL DA GAZETA - EXEMPLO QUE VEM DO LIONS
EDITORAL GAZETA

EXEMPLO QUE VEM DO LIONS


As organizações não-governamentais exercem um papel importantíssimo na sociedade em geral, em especial porque é a parte dela organizada, representando vários segmentos. Em muitas questões que o poder público é omisso, deliberadamente ou não, lá estão as ONG’S se posicionando e agindo. É o caso do Lions Clube Internacional, uma instituição que, além do peso da tradição, é respeitada porque dá conseqüência em suas iniciativas. Quando convocada, a entidade não tem se furtado a dar respostas positivas – e mesmo sem ser provocada, ela está sempre presente em ações que buscam atender às sempre presente em ações que buscam atender às necessidades da população, sobretudo daquela camada mais carente, não por coincidência a mais abandonada pelo poder público.
Dois exemplos desta pronta disposição do Lions são o atendimento aos portadores de câncer e aos de deficiência visual. Há muitos anos o Hospital do Câncer de Cuiabá manteve-se abandonado a sorte pelas autoridades públicas. O prédio, inacabado e tomado pelo mato, chegou a ser inaugurado e reinaugurado, não passando de objeto de cunho eleitoral para alguns. Mas só foi mesmo funcionar quando o Lions criou uma fundação e partiu para a luta, buscando recursos, fazendo campanhas. Hoje o hospital ainda funciona com dificuldades, mas está lá atendendo quem precisa. No rastro das atividades da Fundação de Combate ao Câncer, o Lions começou a atender no Hospital do Câncer os portadores de cataratas, dando nova visão aos que enxergavam com dificuldades devido aos estragos da doença.
Ao que tudo indica esta atividade do Lions, ganhou grandes proporções, levando a entidade a criar o Instituto Lions da Visão, que, além das cirurgias de cataratas, faz campanhas para conseguir fazer outras pessoas enxergarem melhor, através de consultas, exames e ajudando a adquirir óculos. Entre 1997 e 1998, a Secretaria Estadual de Educação iniciou uma campanha de alfabetização que se esbarrou justamente no fato de que a grande maioria das pessoas a serem alfabetizadas não enxergava direito. Se o Estado tivesse a mesma disposição do Lions, já teria criado uma instituição ou mesmo um programa para buscar sanar tais problemas. Da mesma forma que o Hospital do Câncer estaria funcionando a contento.
A presença decisiva do Lions é uma demonstração de que é possível desenvolver ações visando atender a população – razão da existência do poder público que administra a coleta de impostos e possui a estrutura estatal- mas que para tanto é necessário, antes de tudo, algo que passa ao largo dos gabinetes refrigerados do poder: sensibilidade e vontade política.

Fonte: GAZETA
Programas e Projetos
Confira nossos Programas
Fale Conosco
Envie-nos suas sugestões e dúvidas. Aqui!
2017 © Instituto Lions da Visão - Todos Direitos Reservados
Sitevip Internet